A atividade de pesca econômica no Rio Guaporé está prestes a ganhar um novo significado. A deputada estadual Gislaine Lebrinha (UNIÃO) fez o encaminhamento de recursos para financiar uma pesquisa sobre a invasão do pirarucu no Guaporé. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (SEDAM) e a Universidade Federal de Rondônia (UNIR) farão as atividades de pesquisa. As pesquisas custarão em torno de R$ 90 mil.

Um pedido especial da deputada Lebrinha é para que as comunidades sejam incluídas no processo de pesquisa e recebam capacitação especial para comércio do peixe e oferta do turismo de pesca esportiva na região. “O estudo sobre a presença dessa espécie exótica será realizado por pesquisadores e profissionais especialistas da SEDAM e da UNIR. Ponto relevante a se destacar neste projeto, é que além do controle do avanço do predador, a pesquisa cumprirá um papel econômico, pois, conforme os resultados alcançados, vamos abraçar também o compromisso de orientar os moradores e pescadores profissionais para que possam desfrutar do fomento econômico da liberação da pesca durante o ano todo, propiciando maior oferta do turismo de pesca e exploração comercial do peixe.”, explica.

A pesquisadora Drª Carolina Rodrigues da Costa Doria, responsável pelo Laboratório de Ictiologia e Pesca e Coleção Ictiológica da UNIR coordena a pesquisa. Dória tem vasta experiência na matéria e coordenou as pesquisas sobre o peixe no rio Madeira, estudo que destacou que a introdução de espécies não-nativas é uma das principais ameaças à biodiversidade.

“No estado de Rondônia, pescadores têm relatado a ocorrência e progressiva disseminação de Arapaima gigas (Pirarucu), em localidades à montante da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio (UHE SAE), onde essa espécie não ocorria naturalmente, apresentando fortes evidências de invasão. No rio Guaporé precisamos conduzir novos estudos para elucidar as problemáticas ambientais que essa espécie traz consigo”, afirmou a pesquisadora.

A deputada Lebrinha agradeceu a especial atenção da SEDAM, em nome dos Secretários Marco Antonio e Gilmar Oliveira. “O apoio da SEDAM está nos possibilitando criar novos caminhos econômicos para as comunidades do Vale do Guaporé. Sob a gestão do Secretário Marco Antonio, vários projetos de sucesso são desenvolvidos na região do Vale do Guaporé, o que consolida a participação do governo para o desenvolvimento socioeconômico da região”, destaca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *